Existem muitos e muitos jeitos de viver,
De trabalhar,
De se relacionar.

Mas a gente tem tanto medo de fazer errado
Que nos socorremos,
Desesperados,
Desertados
Cegos,
Nos discursos de quem parece que tem a resposta certa.

Não existe resposta certa.

Eu preciso dizer que estamos todos no caminho certo pra vida que viemos viver.
Eu preciso dizer que não nos falta nada.
Que nos nossos corpos não falta nada.
Que nos nossos lares não falta nada.
Que nos nossos dias não falta nada.
Que no nosso trabalho não falta nada.

Eu preciso dizer que as nossas escolhas cabem a ninguém além de nós mesmos.
E que terceirizá-las é dar a arma pro bandido.
É colocar o livre-arbítrio em cheque.
É dizer pro coração,
Quieto,
Você não sabe de nada.

Eu preciso dizer que a gente tem as respostas que precisa.
Elas estão dentro da gente.
Encontrá-las requer mergulhar, e muitos de nós temos medo da água.

Só peço que a gente se permita olhar pra dentro.
Que a gente se permita o mergulho.
E que curta cada segundo,
Pois ele é só nosso, e de mais ninguém.

Composto em um exercício de escrita expressiva realizado no coworking com a @belezaparaaristoteles@inteligenciadosentir@construasuajornada@ana.mentalhealth@amoremtransformacao@abraceoseucaos@averdadedovestir,
@marcellegguedes.

E esse assunto ainda vai render por aqui.
Me aguarde.

Com amor,
Carol Miltersteiner 💛

<b>CAROL</b> MILTERS

CAROL MILTERS

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

0 0 votes
Avaliação deste texto
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

MAIS DROPS

A catarse

Não sei se é a falta de perspectiva de fim do lockdown,não sei se foram os dois dias sem medicação (não recomendo). Mas eu hoje

Continue lendo »
0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x
()
x