Crônicas

Sobre o livro “Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout”

LIVRO___REVIEWS___Posts-1.png

Pelo título, pode te parecer que este é um livro feito só pra mim mesma.⠀
E talvez até tenha começado assim.⠀

Mas são tantos relatos de pessoas se vendo nas minhas histórias e na minha trajetória, tanta identificação e empatia, que talvez o meu insight quando me veio o título “Minhas Páginas Matinais” (simples assim) não estivesse tão errado. ⠀

Pensei: pra quem ler, o “minhas” se torna automaticamente seu. ⠀

As “minhas” memórias também são suas. ⠀
É como se eu pegasse um par de óculos e te emprestasse: “vem aqui, olha a vida como eu tenho aprendido a ver por um instante”. ⠀

Me parece que tem funcionado.⠀

Eu e a Karine nos encontramos por aqui, nas redes sociais: ambas brasileiras; ambas vivendo na Holanda; ambas tentando segurar essa barra que é deixar pra trás as raízes e recomeçar a vida.⠀

Ela foi generosa demais comigo durante toda a leitura do meu livro, me escrevendo do quanto se enxergava nas minhas páginas.⠀

Se você estiver precisando ver a vida de um jeito um pouquinho diferente, de repente esteja na hora você chamar as Minhas Páginas Matinais de suas… ou melhor, de Minhas. :)⠀

Carol Milters

Carol Milters

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

Autora do livro "Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout", idealizadora da 1ª Semana Mundial de Conscientização da Burnout e do grupo de apoio online Burnoutados Anônimos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

Mais crônicas

Obrigada Holanda!

Ontem fez 5 anos que vim pra Holanda em definitivo e tirei meu registro de residente.Parece que foi ontem.Parece que foi há uma vida inteira.

Continue lendo »

Artigo em destaque

2021: o ano em que aprendemos a dizer sim para a nossa saúde mental

2021: o ano em que aprendemos a dizer sim para a nossa saúde mental

Estamos começando a aprender a dizer sim para a nossa saúde mental – e mais do que isso, estamos aprendendo a compartilhar este sim com outras pessoas, amplificando a mensagem. Certamente ainda há muito, muito a se fazer. Mas para poder seguir adiante, a gente precisa se permitir, pelo menos de vez em quando, celebrar.

Leia mais »
0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x