Crônicas

Temos direito a uma vida que nos faça sorrir

IMG_1685

Eu carrego comigo uma utopia:
a de que todos nós,
sem exceção nenhuma,
em qualquer lugar do planeta,
temos o direito a uma vida que nos faça sorrir.

Uma vida que faça jus ao sangue que corre nas nossas veias,
que celebre a incrível série de coincidências que culminou em estarmos aqui,
agora,
bem do jeitinho que estamos.

É uma ousadia e tanto
buscar pelo lado bom das coisas e das pessoas.

Custa, às vezes.

Mas existe beleza na sombra de uma toalha estendida no varal.
No caminhar das crianças pela rua.
Na vista que só a gente tem, aqui, da nossa janela.

A beleza dos momentos não tem a ver com perfeição estética ou com simetria,
tem a ver com o que eles simbolizam.

A existência é essa.
É aqui.
É agora.

Não há por que ter pressa.
Não há por que correr cegamente atrás de um sonho que nem foi você quem sonhou.

Quando eu desisti de tentar ser quem eu não era,
eu entendi que o mundo era grande,
potente,
abundante.

Quando eu entendi que não precisava ser outra coisa além de eu mesma,
quando eu aprendi que a maior riqueza que existe é a do afeto,
percebi que era possível escrever a minha história com as minhas próprias mãos.

Que estar viva é ouvir uma música que toque o coração.
É conversar com alguém que a gente ama sem hora ou sem agenda.
É sentir os raios do sol batendo no rosto.

O mundo precisa que a gente seja a gente.
Quando nos permitimos ser nós mesmos,
Quando começamos a acreditar na gente,
transformamos empecilhos em oportunidades,
tropeços em passos de dança,
fracassos em lições.

Nos tornamos mais gentis conosco e com o mundo.
Cuidamos de estar bem e de fazer bem.

Criamos coragem para dizer o que precisa ser dito.

Temos olhos pra ver a vida vencendo.
O coração aberto pra receber as lições do caminho.
A cabeça boa para contribuir de formas inimagináveis.

Entendemos que todos somos um.
Acreditamos que dá pra ser diferente.

Encontramos as palavras.
E sorrimos com a vida. 💛

Carol Miltersteiner

Carol Milters

Carol Milters

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

Autora do livro "Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout", idealizadora da 1ª Semana Mundial de Conscientização da Burnout e do grupo de apoio online Burnoutados Anônimos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

Mais crônicas

Obrigada Holanda!

Ontem fez 5 anos que vim pra Holanda em definitivo e tirei meu registro de residente.Parece que foi ontem.Parece que foi há uma vida inteira.

Continue lendo »

Artigo em destaque

0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x