Crônicas

Deixe aqui o seu review do livro “Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout”

Minhas Páginas Matinais: Vídeo

Obrigada por ler o livro “Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout”! Gostou da leitura? Deixe sua avaliação abaixo para que outras pessoas possam encontrá-lo e o adquiram também.

Você pode avaliar o livro de 2 formas:

1) Deixando um comentário neste post, logo abaixo, na área de comentários
2) Publicando sua avaliação em algum dos sites abaixo, ou diretamente onde adquiriu sua cópia:

Deixe seu review do livro em Goodreads.com

Deixe seu review do livro no Skoob Livros

Deixe seu review do livro na Amazon.com.br

Deixe seu review do livro no Clube de Autores

Carol Milters

Carol Milters

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

Autora do livro "Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout", idealizadora da 1ª Semana Mundial de Conscientização da Burnout e do grupo de apoio online Burnoutados Anônimos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Uma obra magnífica que só foi possível ser gestada e nascer graças a coragem da autora, que ao mergulhar profundamente em suas angústias e questionamentos compartilha aqui sua experiência e nos presenteia com importantes reflexões, necessários saberes e novos olhares. Verdade, amor e autocompaixão dão sustentação a essa história que é capaz de nos fazer chorar e sorrir ao mesmo tempo, onde a dor e a beleza se misturam. Quantas lições… Ao ler as linhas e também as entrelinhas desse livro, despertou o melhor de mim- dentro da minha humanidade- uma vez que a autora, com toda sua amorosidade, nos leva a percorrer caminhos inimagináveis. Revisitei tantos lugares, tantas vivências… A obra abraça questões fundamentais dentro do tema e ilumina com lucidez e cuidado as travessias que a vida nos apresenta. Uma história que nos nutre de esperança. Gratidão!

Leitura essencial no atual momento, pois ajudará quem lê a perceber vários aspectos na vida pessoal e profissional que podem apontar a um provável Burnout. E com essas informações poder fazer movimentos no sentido de evitá-lo, auxiliar alguém que está na iminência de desenvolvê-lo ou em último caso, procurar ajuda e tratamento. A escritora conseguiu produzir um texto que prende o leitor até o fim. Esperando o próximo livro.

Fran Legnaghi (em clubedeautores.com.br)

O livro é um bálsamo para a inquietude da mente de quem sofre estresse no trabalho e síndrome de Burnout. A leitura é leve e o conteúdo agregador. Recomendo. Fran Legnaghi – Psicóloga Clínica.

De origem inglesa, a palavra burnout pode ser traduzida como “queimar-se por completo”. O termo foi criado pelo psicanalista alemão Herbert Freudenberger (1926-1999) em 1974. Nessa época, ele trabalhava 12 horas por dia e, à noite, chegava a atender até dez usuários de drogas por hora numa clínica para dependentes químicos. Vítima de esgotamento físico e mental, caiu de cama. Essa é apenas uma das consequências do esgotamento físico e mental promovido pela incessante luta moderna de “atingir objetivos”. O livro é um relato pessoal e essencial para quem quer entender um pouco mais dessa nova “síndrome mundial”. Altamente recomendado para quem está no início, no meio ou completamente atingido por essa praga dos dias atuais. Ajuda a entender, aceitar e promove idéias no sentido evitá-la.

Eu poderia achar que algumas páginas foram escritas por mim de tanto que me identifiquei!
A autora se abre para nós, mostrando que é normal ser “diferente” do que a sociedade espera de nós! E que ao aceitarmos isso teremos uma qualidade de vida melhor!
Leitura fácil é extremamente agradável!

Karine Rodrigues (em goodreads.com)

Com certeza um dos livros que mais fizeram diferença na minha vida. O ser humano tem a necessidade de pertencimento e nos identificarmos com a história de outro a melhor maneira de sabermos que não estamos sozinhos em nada que passamos. Aprendemos com as histórias dos outros e ter lido esse livro as histórias que a Carol tinha a compartilhar foi um aprendizado super prazeroso na minha vida.

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

Mais crônicas

Obrigada Holanda!

Ontem fez 5 anos que vim pra Holanda em definitivo e tirei meu registro de residente.Parece que foi ontem.Parece que foi há uma vida inteira.

Continue lendo »

Artigo em destaque

6
0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x