CNN Sinais Vitais Síndrome de Burnout - Burnoutados Anônimos - Carol Milters

(CNN) Programa Sinais Vitais: síndrome de Burnout e saúde mental no trabalho

Participação para o episódio da série documental Sinais Vitais da CNN Brasil com entrevista + um encontro especial dos Burnoutados Anônimos gravado para a CNN. Importante: os encontros dos Burnoutados Anônimos são absolutamente confidenciais. Esta sessão que apareceu na TV foi gravada em um dia separado, com participantes previamente selecionados e cientes de que seus relatos seriam ser utilizados neste programa.

O Burnoutados Anônimos é o primeiro grupo de apoio aberto e gratuito do mundo com encontros online entre pessoas passando pela síndrome de Burnout. A missão do grupo é a de oferecer acolhimento para pessoas que estão enfrentando a síndrome de Burnout. A participação é gratuita e confidencial.

Veiculada em: 15 de maio de 2022
Reportagem: Bruno Carbinatto

Exaustão emocional, falta de energia e baixa realização profissional são apenas alguns dos sintomas que caracterizam a Síndrome de Burnout. A condição, definida pela OMS como “resultante de um estresse crônico associado ao local de trabalho que não foi adequadamente administrado”, passou a ser reconhecida como fenômeno ocupacional.

“O Burnout vem caracterizado em três dimensões que é a exaustão emocional, a despersonalização e a baixa realização profissional. A exaustão emocional, a característica dela é um esgotamento. A imagem que a gente pode fazer é de um palitinho de fósforo que queimou até o final. Então, se esgotou em termos de combustível, acabou”, explica a psicóloga Miryam Mazieiro, do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP).

A Síndrome de Burnout é o tema do CNN Sinais Vitais desta semana. O programa, apresentado pelo cardiologista Roberto Kalil, vai ao ar neste domingo (15), às 19h30, reforçando o conteúdo diversificado com a marca CNN Soft.

Diferentes fatores contribuem para que as pessoas permaneçam mais tempo “ligadas” ao trabalho. Novas tecnologias, a grande competição no mercado de trabalho, a necessidade de se produzir mais e mais rápido e o aumento da modalidade de trabalho em casa, o home office, são algumas questões que tornam difícil desconectar a mente.

Carol Milters

Carol Milters

Escritora & Investigadora da Síndrome de Burnout, Workaholismo & Cultura da Saúde Mental no Trabalho

DEIXE SEU COMENTÁRIO
E CONTINUE A CONVERSA

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

[…] e indivíduos, já tendo participado de reportagens especializadas sobre a síndrome de Burnout na CNN, Record News, revista Você S/A e […]

MAIS ENTREVISTAS

ARTIGOS RECENTES

1
0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x