Crônicas

Passo #16

IMG_7357

Eu sou ninja em começar e não terminar, em me interessar e abandonar. Por muitos e muitos anos, isso me afligia. E muito disso acontece porque eu coloco um nível de exigência lá em cima, um ideal inalcançável que só me gera estresse e frustração.

Hoje eu já tenho uma visão bem mais generosa comigo mesma e com o que eu faço: não precisa ser perfeito, não precisa ser impecável, não precisa ser todo santo dia igualzinho.

Vou criando consciência do meu próprio eixo, do que me faz bem e me interessa, e cultivo momentos de prestar atenção nisso, de avaliar pra onde estou indo, por quê e como.

Ano passado, consegui me habituar a usar a bicicleta como meio de transporte depois de mais de 25 anos de medo.

Semana passada, eu dancei com a minha afilhada pelo Zoom, e peguei meu ukulele pela primeira vez em alguns meses.

Ontem, eu sentei virtualmente com um amigo pra escrever de forma fluida depois de muito tempo.

O que você quer voltar a fazer e não se autoriza?

Respira, recalcula, e recomeça.
Vai que dá.

Com amor,
Carol Milters 💛

Carol Milters

Carol Milters

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

Autora do livro "Minhas Páginas Matinais: Crônicas da Síndrome de Burnout", idealizadora da 1ª Semana Mundial de Conscientização da Burnout e do grupo de apoio online Burnoutados Anônimos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

Mais crônicas

Perfeição não existe

Em abril de 2021, o Fernando Barros @nandocom entrou em contato comigo pra noticiar o Burnoutados Anônimos, o grupo de apoio online que eu havia fundado alguns

Continue lendo »

Artigo em destaque

0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x