Arquivo_005

A gente precisa acreditar um no outro

A gente precisa confiar, por impossível que pareça, que os bons são maioria.

A gente precisa acreditar que situações difíceis permitem que brote o melhor de nós.

A gente precisa parar de tentar adivinhar a capacidade de alguém pela roupa que veste, pela dicção, pela linguagem corporal, ou pelo ambiente de onde ela veio.

A gente precisa ser capaz de enxergar o que há de melhor na gente. Em quem tá do nosso lado. Em quem passa por nós na rua.

A gente precisa acreditar um no outro.

Se permitir dar um voto de confiança.
Dar o primeiro passo.
Oferecer a mão, sem esperar nada em troca.

Compreender, sem precisar saber, que cada pessoinha tem uma história.
Uma memória que ela guarda com todo o carinho e morre de medo de esquecer.
Uma ferida que ainda não cicatrizou.
Um sonho que ainda não realizou.

A gente precisa acreditar um no outro.

Porque quando esgotam-se as utopias, quando acabam-se as esperanças, quando sobram só cinzas, é por onde a gente sempre, desde sempre, aprendeu a recomeçar.

Carol Miltersteiner

<b>CAROL</b> MILTERS

CAROL MILTERS

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

0 0 votes
Avaliação deste texto
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

MAIS DROPS

0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x
()
x