A gente se gasta tanto tentando evitar a dor, tentando fugir dos problemas e das situações difíceis.

Se tem uma coisa que a vida adulta ensina é que não existe evitar um problema –
existe só adiá-lo.

Não existe evitar uma emoção-
existe só reprimi-la até que ela exploda do jeito mais inconveniente e na pior hora.

A vida seria bem mais fácil se tivesse um botãozinho mágico pra apagar as dores, as crises, as fases doloridas.

Mas não existe esse botão.

E, por louco que pareça, muito da nossa felicidade reside em conseguirmos atravessar esses momentos difíceis.

Você já deve ter ouvido que ser feliz não é a ausência de problemas, né?
Pois então.

Seja o que estiver te afligindo ou preocupando hoje, para um instante e te permite.

Te permite sentir.
Chorar.
Lamentar.
Espernear.

Deixa doer.
A dor passa.
O que não passa, muitas vezes, é a angústia de uma dor represada.

Esse é um lembrete tanto pra mim quanto pra você.

Não tem atalhos escondidos.
Não tem fórmula mágica.

Atravessemos*.

Com amor,
Carol Miltersteiner 💛

<b>CAROL</b> MILTERS

CAROL MILTERS

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

0 0 votes
Avaliação deste texto
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

MAIS DROPS

Workaholismo

Quem é você sem o crachá?A linha que divide a nossa esfera pessoal e a profissional tem-se tornado cada vez mais tênue, quase invisível. Há

Continue lendo »
0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x
()
x