Tantas vezes somos engolidos pela rotina,
engolidos pelos compromissos,
engolidos pelos “tem que”:
“tem que fazer isso”,
“tem que ser assim”,
“tem que ter aquilo”,
e nos perdemos de nós mesmos no processo.

Se você também se enxerga, volta e meia, no olho do furacão,
se permita parar um pouco.
Respire.
Se distancie.

Silencie as notificações,
as demandas externas,
os emails.

Entre no seu silêncio
e descubra o que existe aí dentro que é só teu.

O ruído vai continuar sempre aqui fora
– e talvez fique cada vez mais alto.

Mas é sempre possível encontrar o caminho de volta pra você.
Por pior que sejam, o cansaço e a exaustão ajudam nisso.
Eles são um esforço do corpo de aquietar tudo que a mente não conseguiu.

Você não precisa, no entanto, esperar pra colapsar.
Se dê um tempo agora, hoje, essa semana.

Revisite seus sonhos,
seus desejos,
suas prioridades.

Lembre-se de quem você é
acima e além do que você veste,
do que você faz,
ou do quanto você ganha.

Se (re)encontre quantas vezes puder.

A vida agradece.

Com muito amor,
Carol Miltersteiner 💛

<b>CAROL</b> MILTERS

CAROL MILTERS

Escritora & Investigadora da Saúde Mental no Trabalho | Síndrome de Burnout & Workaholismo

DEIXE SEU COMENTÁRIO E CONTINUE A CONVERSA

0 0 votes
Avaliação deste texto
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Artigos e dicas sobre saúde mental no trabalho, síndrome de Burnout, workaholismo e escrita terapêutica no seu e-mail:

MAIS DROPS

0
O que achou deste texto? Me conta nos comentários 💛 x
()
x